Página Web



O carnaval acabou, mas a minha vontade de você não!


O Carnaval acabou hoje, ando pelas ruas e vejo as serpentinas e confetes no chão, lembro que foi bom, deu pra espairecer e me divertir. No fundo, eu gosto sim do Carnaval, se libertar nessas épocas é muito bom.

Mas hoje, depois que toda a folia passou, acho engraçado quando paro pra pensar que durante esses 4 dias não teve um em que eu não pensei em você. Todo dia ao acordar a primeira coisa que eu pensava era o que você estava fazendo na sua viagem, porque eu estava abraçando o travesseiro numa tentativa inútil de pensar que era você. O seu cheirinho é realmente bom sabe? Faz toda diferença, não existe travesseiro no mundo que consiga substituir.

Durante os bloquinhos em que eu fui, eu me diverti, mas confesso que em todos eles, sem nenhuma exceção, eu parei pra pensar em como seria se você estivesse ali comigo. Seria muito melhor, é fato, talvez as batidas da bateria se confundissem com o som do meu coração quando estou do seu lado.

Quando você me disse que também estaria viajando nesse Carnaval, eu me peguei mordido de ciúme, imaginando as festas que você iria, o que você iria fazer e se você se importa tanto quanto eu. Mas provavelmente não, eu sou canceriano, romântico ao extremo, acabo gostando mais do que gostam de mim, é meio que inevitável.

Quando achei que ia surtar de tanto ciúme eu lembrei como o nosso beijo tem uma química inigualável, como nossos corpos se encaixam num sincronismo perfeito e como nós gostamos de ficar abraçados um com o outro quando nos vemos. Acredito que tenha sido difícil você encontrar alguém assim durante esses 4 dias, coisas desse tipo acontecem raramente. Até parece coisa de namorados, e olha que nem isso nós somos por enquanto, mas sei lá...parece que a nossa ligação vai além de qualquer título de compromisso que a sociedade nos cobre.

Eu gosto do Carnaval, gosto de você, e por isso eu teria trocado esses 4 dias de folia pra ficar em casa assistindo filme romântico no meu notebook, com ele todo torto sobre as suas pernas daquele jeito que você insiste em colocar, com meus braços enroscados no seu corpo, enquanto você faz aquele carinho nas pontinhas dos meus dedos da mão que eu tanto gosto.

O Carnaval acabou, mas vejo que a minha vontade de você não, na verdade ela está longe de terminar. Não sei o que o destino nos reserva pra este ano (afinal, dizem que ele só começa depois do Carnaval), mas a única certeza que eu tenho por hora é que o próximo Carnaval eu quero passar com você, seja em casa vendo filmes, ou nos divertindo juntos nos bloquinhos cariocas.

Carnaval já me deixa feliz, mas tenho certeza que segurando na sua mão eles serão muito melhores. Me sinto seguro com você.

Do seu lado, a alegria do Carnaval dura o ano todo dentro de mim!





2 comentários: