Página Web



Sabe Amanda? A vencedora é você!

Amanda posando para o projeto "Stay Classy Mag", do fotógrafo gaúcho Gustavo Tissot.

Oi Amanda, você não me conhece e talvez nunca nem vá me conhecer, mas senti a necessidade de te escrever essa carta por um único motivo: o prêmio do BBB15 devia ser seu. Sabe, Amanda? Vencedor de BBB é, na minha concepção, aquele que jogou com a verdade, afinal, essa parada se chama "Reality Show", né? É a realidade que prevalece, ou ao menos deveria, dentro deste louco contexto de jogo de confinamento.

É frustrante parar pra pensar que, muito provavelmente, quem vai levar essa edição do reality é o personagem criado por Cézar, o tal do Cézar Lima, o capitão da própria alma. Ele foi malandro, tem seus méritos, estudou cada perfil que já passou pelo BBB e construiu um personagem caricato, que o público predominante do Big Brother, as "tias do sofá", compram até hoje. Quando este programa surgiu por aqui, lá no ano de 2002, o povo brasileiro ainda pensava de forma mais fechada, e o público votante é esse até hoje, pra eles, é bom ver o "Kléber Bambam" de novo nesse personagem criado por Cézar, é cômodo, entende? Melhor dar o prêmio pra isso, um personagem inventado, do que se arriscar dando pra menina que sonha com o amor.

E pensar que teve gente aqui fora te chamando de otária, apenas por você ter corrido atrás de um amor. Todos hipócritas, porque, veja só, quem nunca já fez ou quis fazer de tudo pra ficar com aquele cara que julgava o ideal? A diferença dessas pessoas pra você, é que você foi verdadeira, ligou um FODA-SE (assim mesmo, bem grande) pra tudo o que os outros podiam falar, e foi correr atrás daquilo/daquele que você acreditou ser o seu amor, onde você achou que morava a sua felicidade. E você tá certa menina, ser de verdade é isso, é acreditar na gente, nas nossas vontades, e correr atrás daquilo que acreditamos ser o melhor para nós. E mesmo que não seja, isso não importa, porque você pode ter certeza que aprendeu muito com a situação.

Sabe,  Amanda, você nunca tinha escutado um "Eu te amo", e isso dói, né? Eu te entendo, ô se entendo... e quando aquele cara que você idealizou ser o perfeito falou isso, você se derreteu, se entregou, o problema é que talvez ele tenha falado isso só da boca pra fora, mas o mais lindo é que você não, você amou esse cara de verdade, e não tem jeito, eu sempre torço para aqueles que acreditam no amor.

Quando ele te deu uma chance, você se dedicou, foi atrás, fez de tudo pra agradar, se arrastou e, como alguns preferem dizer, até se humilhou algumas vezes, e,  MEU DEUS, teve gente aqui fora te chamando de idiota e otária por isso! Caramba... pobres são essas criaturas, aposto que nunca amaram de verdade, porque amar é isso mesmo, é querer se entregar, é ficar meio cego. Mas amar, acima de tudo isso, é ser verdadeiro, e você foi verdadeira demais, se entregou de corpo e alma, acreditou na sua felicidade, deixou os julgamentos de lado e foi correr atrás do seu. Muita gente queria fazer isso em algum momento da vida, mas a coragem, foi só sua.

O cara pisou em você, ignorou o seu pedido de namoro duas vezes, e você chorou, e por experiência própria eu digo: CHORE MESMO! Coloque a dor de um amor não recíproco pra fora, porque é assim que começamos a dar a volta por cima. Depois você começou a gritar pros 4 cantos que era maravilhosa e perfeita, e que você sabia disso. E nossa Amanda, como eu te admirei, porque você é tudo isso mesmo, e, com isso, você mostrou que já tem a coisa mais importante da vida para poder amar: você SE AMA em primeiro lugar, acredita em você. Depois você disse que um dia ia encontrar o amor da sua vida, e sabe, Amanda, Vai mesmo, porque você é de verdade, você se ama e mais do que isso tudo: está pronta para amar.

Vivemos em uma época onde todo mundo gosta de esconder os sentimentos, se mostrar mais durões, mas eu nunca entendi eles. Tolos, né? Porque o que sentimos deve ser colocado pra fora, como você fez, porque o sentimento de gostar deve ser compartilhado, sem medo do que os outros vão pensar. Guardar sentimentos por medo da reação que isso pode causar? JAMAIS, é melhor se decepcionar e superar depois, do que viver com aquele incômodo "e se..."
 

Você foi verdadeira Amanda, com todos os seus medos, anseios e "caras quebradas" por casinhos antigos, você meteu as caras sem medo quando achou que era certo. E eu me orgulho de você por isso, menina!Sabe, Amanda? Mesmo se você sair da casa sem o prêmio, pode ter TOTAL CERTEZA que você é a mais rica de todos eles, e sabe por quê? Você acredita no amor, e não existe nenhum 1,5 milhão no mundo que pague isto.

Como diz um trecho da música tema deste programa que você participou: "...ser ou não ser?", e você escolheu SER, parabéns, só os vencedores possuem essa capacidade ;)




Um comentário: