Página Web



Amar é querer sorrir...


Há alguns dias, eu estava numa festa com um grande grupo de amigos, dois deles são casados há algum tempo, e formam um lindo casal. Quase no final da festa, quando grande parte do pessoal já estava sentado nas mesas sem nenhuma energia, a mulher desse casal de amigos se levantou e começou a dançar sua música favorita ali entre as mesas do lugar, sozinha. Quando eu olhei para a cadeira perto dela, o marido estava olhando fixamente para ela, com um sorriso bobo no rosto e seus olhos brilhavam de amor.

Ele não falava nada, e eu aposto que ele nem tinha o que falar, ele só queria admirar a mulher que ele escolheu dividir o resto da vida. Foi aí que eu percebi que amar é isso: é querer sorrir. E não precisa de nenhum grande motivo, nem uma piada bem contada, é olhar para o seu amor, se orgulhar da sua escolha e transbordar tanto de alegria que os seus lábios se curvam num sorriso involuntário, porém, extremamente sincero.


Amar é pensar que, em todas as suas vitórias, a pessoa que você quer ao seu lado é o seu amor. É sorrir quado a pessoa escolhida acordar de manhã com uma cara de sono que a deixa ainda mais linda. É discutir, e não brigar, e nunca dormir sem se falar, é dar gargalhada com uma frase boba que a pessoa fala, é se sentir totalmente completo quando seus dedos se entrelaçam.

Amar é quando você acha que tudo está perdido e se conforta em saber que, quando chegar em casa, o sorriso do seu amor vai te confortar e te mostrar que, quando o sorriso existe e o amor é verdeiro, os problemas se tornam pequenos obstáculos diante de sentimentos tão grandes e superiores. Os obstáculos vocês atravessam juntos, e claro, com MUITOS SORRISOS a cada conquista.

Sorrir é levar a vida na felicidade, é se sentir leve. Amor bom, é amor levinho, deve vir daí a ligação entre sorriso e amor. E que ligação, viu? Porque um, simplesmente, não funciona sem o outro, eles se completam, são de verdade, sem forçar. Eles aparecem juntos na nossa vida poucas vezes, e cabe a nós saber a hora de agarrar os dois e mantê-los para sempre em nossas vidas.

Esse casal da festa, do início do texto, percebeu a hora certa de juntar sorrisos e amor, e que bom ver isso, viu? É muito bom saber que o amor ainda existe por aí, é um sentimento raro, mas ainda está entre nós, e isso me conforta de alguma forma.

Bom mesmo deve ser dizer: "Eu te aceito na saúde a na doença, na riqueza e na pobreza, nos sorrisos e amor"



Postar um comentário