Página Web



Mesa de Bar - A importância de ser independente


E cá estamos nós com um dos últimos temas da coluna"Mesa De Bar". Hoje, as meninas vão falar de um sentimento/atitude que eu considero muito bacana e uma coisa muito importante. 

O tema dessa semana é:

A importância de ser independente

Vamos ver o que as meninas falaram sobre isso...







A independência é algo que vem embutido em nós. Nascemos e morremos sozinhos; é claro que no meio desse percurso encontramos pessoas que se tornam essenciais neste processo louco e inconstante, chamado VIDA. Para muitos, a independência tem uma relação firme com a liberdade - uma relação bem saudável, eu ousaria dizer. Ambas se completam, ou melhor, se transbordam, de uma forma tão incrível que, mesmo sozinhas, são autossuficientes. Talvez a independência seja isso: um prender-se à liberdade!

O seu direito de ir e vir, ninguém vai tirar. Você o tem por lei, por decreto. Agora, o que você faz com esse direito é pura e exclusivamente um ato de liberdade. A independência - de certa forma - nos move. Se estamos muito pressos à algo ou à alguém, lutamos para mudar e sair dessa zona de conforto (ou, pelo menos, é o que deveríamos fazer). Caso a liberdade seja exacerbada, lutamos também, para se prender em laços de amizades e/ou amor indestrutíveis... Essa tal independência é bem engraçada; Todos nós temos um lado independente, um lado livre. Cabe a você, a mim e a nós, sermos desprendidos o suficiente para lidar com essa tal independência e usá-la sem nenhuma moderação. E por falar nisso, você já tomou a sua dose de liberdade hoje?







Ser independente é importante para garantir que a sua felicidade e completude dependam apenas de você.
Mas, desde o início, é sempre bom alertar: não confundir, nunca jamais, independência com solidão. Não é preciso ser solitário para ser independente. É possível ser coletivo, amigo, companheiro e se situar num contexto cheio de multiplicidades. Ser independente não é ser só um. Ser capaz de decidir por si só, considerando, ponderando e avaliando é um dom transformador, e o melhor: contagia.

Estimular a tomada de decisões, o embarque em aventuras pessoais e sociais, a entrada de cabeça na legítima busca pela felicidade sem criar amarras com pessoas, lugares, situações, possibilidades,hipóteses. Isso é independência. Não deixar a peteca cair e o barco furar. Se somos passageiros no tão falado trem da vida, que nossa independência nos permita andar nos trilhos (ou fora deles) nos quandos e comos que o coração mandar.







Pra mim a independência é fundamental para o crescimento e a sobrevivência de qualquer ser vivo.  Lembro quando recebi meu primeiro salário e fui direto pagar a primeira mensalidade da faculdade, o que eu senti naquele momento foi satisfação misturada com realização, eu sei que parece uma coisa boba, mas o sentimento de conseguir se manter sem precisar da ajuda de ninguém é muito gratificante. Mas a independência não é conquistada apenas no assunto financeiro, mas é preciso dar o primeiro passo. A sua independência não vai cair do céu, é preciso aprender a lidar com seus deveres e obrigações. É importante falar que a independência não é o mesmo que solidão, até porque ninguém consegue viver sozinho.


Ficar a frente da sua vida sem depender de ninguém e tendo que lidar com várias situações da vida, te faz crescer em todos os sentidos, inclusive psicologicamente, isso pra mim é o mais importante. Ainda tem o que todo mundo fala por ai, não ter que dar satisfação da sua vida pra ninguém é muito bom (e estão certos). Além da independência te tornar um ser completo, e você ter o poder de escolha e sua liberdade pra ir e vir a hora que quiser. Sempre pensei que antes de ir atrás de qualquer sonho, primeiro era preciso conquistar a minha independência, e esse é meu conselho, que sempre passo a diante. 







Esse tema me lembra muito os meus pais. Eles sempre me disseram e dizem que eu preciso estudar muito para me tornar independente e, assim, não depender de pessoa nenhuma, principalmente homem. É importante ser independente para poder tomar suas próprias decisões sobre sua vida, sem ter que se preocupar com o que outras pessoas vão pensar. Ninguém pode ter o controle sobre sua vida a não ser você, e a sua independência é imprescindível nisso. 

Um exemplo é a casa própria. De aluguel, você não pode fazer praticamente nada na casa. Já na casa própria, você pode furar o que quiser, pintar o que quiser e como quiser, aliás, a casa é sua! Ser independente vai muito além disso tudo, mas pra saborear essa vitória é preciso muito esforço e dedicação. 

Com certeza independência é uma das coisas mais maneiras de se possuir na vida. Busque a sua ;)

Essa semana nós vamos ficando por aqui, mas no próximo sábado, as meninas estão de volta para falar sobre o penúltimo tema da coluna. 

Até lá ;)




Postar um comentário