Página Web



Eu quero um amor completo

Foto: @LVIZH 
Pode parecer bobo e até pré-adolescente demais, mas eu ainda sonho com o tipo de amor que eu quero. Acontece que, depois de tanto caminharmos na estrada da vida e remendarmos tanto o nosso coração, nós vamos ficando mais certos do que queremos e passamos a aceitar somente o que nos faz bem.

O que eu quero, de verdade, é um amor completo. Desses que olhará no meu olho enquanto conversa comigo, que me fará rir de forma honesta, que não tenha medo de falar o que sente, que fará meus cafés da manhã na padaria da esquina virarem cafés da manhã na cama. Quero um amor completo, que suje o meu nariz de chantili na cozinha enquanto nós preparamos a nossa sobremesa predileta. De fundo, toca Beatles, e após a sobremesa ir para a geladeira nós dançamos “All You Need Is Love” pelo tapete da sala.

Eu quero um amor que me ame de verdade, que faça eu me sentir completo com um simples olhar, que me mande uma mensagem carinhosa ou safada no meio tarde. Que me arranque um sorriso quando algo me lembrar, que saia de casa num domingo chuvoso para me ver e que me faça largar tudo num sábado ensolarado para ir até onde quer que esteja, porque a saudade é grande e a vontade já grita aqui dentro.

Amor para mim é coisa muito séria e nesta fase da vida eu já sei muito bem o que quero e o que eu mereço. Amor que vale a pena é aquele que te conforta só de saber que a pessoa existe, é aquele que te joga na cama, olha no seu olho e fala em alto e bom som “eu quero você”, sem medo nenhum do que isso possa acarretar. Eu quero alguém confiante, que saiba o que queira, que não tenha dúvidas na hora de escolher o local do próximo encontro e que esteja muito certo do que quer. Quero um amor que sempre se ame em primeiro lugar e que me escolha para caminhar junto avistando as paisagens das estradas que percorremos diariamente.

Eu quero um amor completo, que queira estar comigo, independente do local, causa ou circunstância. Um amor que me faça sentir protegido, que entenda a minha complexidade, que me faça cafuné diariamente e que diga o que sente sem nenhum medo. Um amor sincero, que me faça dormir tranquilo, que me encha de carinhos como eu tanto gosto e que me deixe mostrar como eu também gosto de acariciar. Porque para mim, o carinho é a forma mais pura de demonstrar amor.

Eu quero alguém que faça o meu coração se acalmar, que me faça ficar por gostar, que me valorize e que se deixe ser valorizado. Alguém sem medo, só verdades, que se permita, se entregue e escute mais o coração. Alguém que não somente me complete, mas alguém que já se completa e que esteja pronto para completar ainda mais uma relação a dois.

Enquanto isso eu aumento o volume da minha música, encosto a cabeça na janela do ônibus e sigo a minha viagem. Quem sabe daqui um tempo esse banco ao meu lado não esteja mais vazio e eu esteja deitado no colo de alguém, me sentindo complementado, amado e aconchegado. 




Postar um comentário