Página Web



De uns tempos pra cá


De uns tempos pra cá, eu me sinto diferente, me sinto cheio de certezas, me sinto mais em paz e me sinto mais completo. Eu sinto como se todas aquelas frases clichês de conforto amoroso que as pessoas dizem para os solteiros fizessem sentido. De uns tempos pra cá eu sinto saudade e sinto amor...um amor que deixou de ser apenas próprio para ser compartilhado, onde amar e ser amado andam em conjunto.

De uns tempos pra cá, você anda me surpreendendo, como naquele domingo despretensioso, quando me levou naquele restaurante que eu tanto gosto sem eu nem me tocar que estávamos no caminho dele e me arrancou gargalhadas de felicidade.  De uns tempos pra cá, você vem me olhando como eu jamais achei que seria olhado. De uns tempos pra cá, você vem me beijando de uma forma que eu só achava que existia nas séries e filmes de romance.

De uns tempos pra cá, você apareceu e tudo mudou, todas essas coisas começaram a acontecer e eu também fui mudando, fui sonhando, fui sorrindo e me completando. De uns tempos pra cá, eu aprendi o que é amor e o que é amar. Aprendi que amar é querer ficar e abraçar, e beijar, e chorar e compartilhar.

De uns tempos pra cá, eu venho pensando em outros tempos, em como será daqui alguns anos e planejo tudo ao seu lado. Nossos almoços de domingo feitos ao som de Gabrielle Aplin, nossas risadas no sofá da sala e nossas conversas sobre o mundo na cama do quarto. Eu venho sorrindo sem motivo, apenas por estar ao seu lado, e percebendo que amar é querer sorrir, mesmo sem motivo marcado.




Postar um comentário