Página Web



Você precisa do seu tempo, e ele(a) também!


Quantos e quantos relacionamentos nós vimos chegando ao fim nos dias de hoje por um motivo em comum chamado “falta de espaço”? Normalmente muitos e muitos namoros chegam ao seu fim porque uma das partes está se sentindo sufocada, sem espaço, presa e controlada. Relacionamentos assim não são saudáveis e machucam ambas as partes, mesmo que seja necessário um tempo para repararmos isso.

A insegurança tomou conta da nossa geração. Com a internet e tantos aplicativos, redes sociais e uma facilidade imensa de comunicação, parece que a confiança no outro fica muito mais fragilizada, já que trair, flertar ou simplesmente começar uma conversa é tão fácil nos dias de hoje. Pode até ser mais fácil, mas sempre foi possível, então, quem ama mesmo, não comete qualquer tipo de traição. Independente de época, geração ou idade.

Nós e todos os casais que já estão se amando e se prendendo cada vez mais a si mesmos, precisamos entender que para um relacionamento saudável e cheio de amor é necessário cada um ter a sua vida em separado. Fazer as coisas que gosta, encontrar com os amigos sem o parceiro do lado ou simplesmente ficar sozinho em casa vendo um filme. É preciso entender que vivíamos bem e sozinhos antes de tal pessoa entrar em nossas vidas e que não precisamos de ninguém para vivermos felizes. Então, porque achar que a partir daquele momento um deve viver grudado no outro? Cuidado! Isso cansa, desgasta e é tóxico.

Não é nada errado ou anormal querer ter o seu tempo sozinho sem o seu namorado(a) por perto.  Se você está com alguém que pensa o contrário, talvez seja hora de abrir os olhos e entender até onde esse relacionamento vai te levar. Felizes são aqueles que são livres, mas sempre querem voltar para os braços um do outro por vontade própria.  

Não existe nada mais gratificante do que sair só com os amigos para jogar conversa fora, falar do seu amor e voltar para a casa com a sensação de que escolheu a pessoa certa para dividir o resto de sua vida. Os melhores casais que conheço, são os que se deixam livres para se amarem.

Talvez, esse seja o mal da nossa geração, achar que liberdade é algo ruim para um relacionamento. Muito pelo contrário, liberdade no amor é o que te faz voar para onde quiser, mas sempre com a vontade de voltar batendo forte no coração! 




Postar um comentário