Página Web



Veneno - Mia Sheridan

"Ninguém nunca me fez sentir como você me faz. Nem de longe. Isso me assustou Grace, e eu reagi. Mas é porque você está muito longe de não significar nada para mim. Muito longe."

Cada livro da série Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do zodíaco. "Veneno", é o terceiro livro da série, e a história se baseia na mitologia de Escorpião e fala sobre os acasos da vida.

Diferente de outras séries, Signos do Amor não gira em torno apenas do casal protagonista, e sim das características dos signos, e como o Escorpião é o único signo que possui três animais diferentes como símbolo, cada um representando um estágio distinto de sua transformação, o livro é dividido em três partes que nos permite acompanhar a transformação dos personagens.

A princípio, vamos conhecer Grace Hamilton, ela tem 23 anos e é estudante de direito. Ela teve que enfrentar algumas dificuldades na sua infância, e depois que perdeu a mãe e o irmão, ela faz de tudo para não decepcionar o pai. Grace é muito certinha, segue todas as regras, é bem dedicada, é cheia de planos e pretende seguir todos ao pé da letra. Porém, ela faz uma viagem para uma conferência de Direito em Las Vegas, e no mesmo final de semana estaria acontecendo uma Expo de Entretenimento Adulto no mesmo local. Ao chegar no seu hotel ela esbarra em homem e seu interesse já desperta, mas ao olhar para o crachá dele, ela se sente bem desconfortável e sem jeito ao ler: "Carson Stinger, ator heterossexual", e ele tira sarro do nervosismo dela.

Carson Stinger é um ator pornô que gosta de curtir o momento e nunca se apegou a ninguém. Ele é sexy, impulsivo e divertido e  sempre tenta tirar algo bom dos acontecimentos da vida. Tudo muda quando seu caminho cruza o de Grace, a universitária certinha e diferente de todas as mulheres que ele já conheceu. Toda vez que Carson encontrava Grace no hotel, eles acabavam discutindo devido as brincadeirinhas de duplo sentido dele, até que eles ficam presos no elevador durante duas horas, e os dois vão compartilhando segredos, enquanto a atração entre eles só vai aumentando.

"Carson era um enigma para mim - me atacando em um momento e me acalmando logo a seguir, com palavras, com o toque, com o sorriso."

Durante um final de semana inesquecível, eles superam os próprios preconceitos e se entregam ao desejo. Pela primeira vez, Grace se permite quebrar as regras e Carson se deixa envolver de verdade. Quando se despedem de forma bem triste e cruel, nenhum dos dois é mais o mesmo, mas ambos tem certeza que jamais voltarão a se ver. Grace decide enfrentar o medo de decepcionar o pai e começa a tomar decisões por conta própria. E Carson passa a ter outros objetivos para sua vida, ele resolve mudar.

Contudo, quase cinco anos depois eles estão novamente frente a frente. Carson está apoiando um amigo acusado de homicídio, e Grace é a promotora encarregada do caso. Esse reencontro não é nada fácil, Carson nunca superou a separação dos dois, e mais uma vez a chama da paixão se acende nos dois, mas as circunstâncias parecem afastá-los. Por mais que Grace nunca tenha esquecido Carson, ela tentou seguir em frente, é uma mulher que ainda segue seus planos e está noiva de um advogado bonito, educado e bem sucedido. Mas como sempre, o amor vai falando mais alto, e Grace descobre que nem sempre a vida pode ser planejada.

Como eu falei, o livro é dividido em três partes, na primeira parte temos o encontro de Carson e Grace, na segunda parte acompanhamos os anos que eles ficaram separados, e na terceira parte, temos o reencontro deles. E o livro ainda contém um epílogo lindo e emocionante. "Veneno" é narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista de ambos os personagens principais. A escrita da Mia segue o mesmo ritmo dos livros anteriores, bem fluída, com enredo bem construído e que se encaixa do início ao fim. A diferença, é que nesse livro ela consegue levar os leitores do riso ao choro em questão de poucas palavras, além dela abordar um tema bem polêmico sobre o tráfico e prostituição de crianças e adolescentes de uma maneira bem desenvolvida e ampla no assunto. Posso dizer que a história tem um final bem óbvio, mas foge de muitos clichês.

"Na vida, há pessoas que nos salvam, de formas grandes e pequenas. Na maioria das vezes, significa ser salvo de si mesmo, e se permitir acreditar, por fim, que deixar alguém amar você não é apenas uma mentira que você não está disposto a contar."

O livro está bem diagramado, a cada começo de capítulo somos apresentados a quem está narrando, e quando temos passagem de tempo, somos informados. O livro não possui nenhum erro de português e a capa segue os mesmos padrões dos outros livros da série, uma fotografia linda e significativa em preto e branco, as fontes e as cores se encaixam perfeitamente, além da capa conter o simbolo do signo abordado no livro.

O livro traz uma mensagem linda sobre aquele amor que te muda e te transforma de forma positiva. E foi lindo acompanhar o que o sentimento e o tempo fez com os personagens, falam por ai que o tempo resolve tudo, e o livro mostra exatamente isso, mas acima de tudo, mostra que o amor vence a distância e o próprio tempo. E não importa se você vive uma vida toda planejada ou se simplesmente vive o presente sem planos para o futuro, se algo tem que acontecer, o acaso dá um jeitinho de ajudar.

A série Signos do Amor está sendo publicada no Brasil pela Editora Arqueiro, e já temos aqui no blog a resenha dos dois primeiros livros da série, A Voz do Arqueiro e O Coração do Leão.






Postar um comentário